Aemilia

(Víctor Lemes)

Em uma das lembranças
Que me entretêm nesta estrada
Lembro-me, pois,
Visitando um monastério
Na cidade das três culturas
Onde por algum tempo
Me escrevi, e me escondi.

Todos os caminhos
Convergiam para o Sol
E nele, então, havia
O que para mim parecia
A imagem de um leão.

Tropeço agora,
E desperto para a estrada
Que me afronta,
Petrifico-me de frustração,
Sou de todos os demônios
O camaleão.


Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

0 comentários:

Postar um comentário