Nocturne

(Víctor Lemes)

E aqui dentro ou lá fora,
Guardo em mim o sonho
Que se apaga, a cada dia,
Cada hora, de dois ser um só.
E passam as noites com pressa,
Caminham com passos largos
Pelas ruas das estrelas,
Que talvez só brilham por seu canto.
 E dessa maneira, estas estrelas
Se apagam a cada piscar seu,
Já que tens o presente de ter
As noites em cada olhar.
E tudo de novo, o novo se repete.
Sem me dizer pra onde eu devo seguir,
Sem rumo e sem pudor, me joga
Nas ruas dos olhares e me deixa
Na saudade de quem sou.

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

0 comentários:

Postar um comentário