Encontrei esse papelzinho amassado na lata onde guardo as canetas. Lembro-me de tê-lo escrito no Simpósio de Letras, do ano passado. Mas não me recordo de tê-la esquecido...


Meias grossas

(Víctor Lemes)

A rasteirinha treme no pé que sua,
Perdendo a lógica de todo processo.
Meus pés cobertos de meias grossas,
Metidos nestes tênis pretos e apertados.
Mal mexo os dedos, dói os calos.

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

0 comentários:

Postar um comentário