A fim


(Víctor Lemes)

Me acham maluco, eu sei.
Olho pr'os céus, seja dia, seja noite
A procura de uma luz, ou até seis.
Pois elas trazem consigo a vontade.

A vontade de crescer, e entender
O que vocês não querem nem saber.
Porque alguém tem que começar
Pra poder, mais tarde, lhes ensinar.

Eu rio de vocês que riem de mim
Achando que perco meu tempo
Em tentar descobrir o oculto,
Mas quem sabe assim, não haja o fim.

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

0 comentários:

Postar um comentário