Pedra



(Víctor Lemes)

Não lhe julgo
Como criara seus filhos,
Não me julgue por aquilo
Que fiz do meu passado.

Todos carregam
Um saco de pano, recheado
De pedras,
Um pra cada conhecido.

Esperam o caldo esquentar,
E, sem o pedido daquele
Que foi o Justo, atiram
(Não só a primeira) pedra.

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

0 comentários:

Postar um comentário