Perfil

(Víctor Lemes)

Um ser incompreendido, por não saber quem sou por dentro.
Um Geminiano volúvel, como o ar que muda de direção tal qual o vento.
Não, o vento não é a mesma coisa que o ar.
O ar sou eu, o vento é de onde eu venho.

Um tanto confuso com um mundo sem fim,
Um tanto alheio ao mesmo mundo que habito.
Um pouco vazio e cheio por dentro,
Um pouco poeta, me perdendo em mim.

Um vegetariano humano e animal.
Sem preconceitos, e sem medos,
Sem vergonha de rir da e na cara mesmo,
Sem vergonha de chorar sozinho no umbral.

Andei ausente, andei sem rumo,
Por tanto tempo, tanto vazio.
Caí de para-quedas num mundo meu,
E minha bússola teima em apontar pro céu....

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

1 comentários:

  1. Que poema lindo Victor! Encanta com a beleza do teu espaço e com teus escritos maravilhosos...
    Continuarei passeando por aqui...
    Bjs meu querido!
    Mila Lopes

    ResponderExcluir