Se



(Víctor Lemes)

Atrás de cada palavra, de cada risada,
De cada lágrima não derramada,
Se esconde;
Por que se esconde?

A cada gesto, a cada careta,
Seja a um estranho, seja quem quer que seja,
Se cala;
Por que se cala?

Tem pesadelos, tem sonhos bons,
Não pronuncia palavra quando se deve,
Se ignora;
Por que se ignora?

Passeia, caminha e corre,
Tem ambas as pernas, vontade,
Se nega;
Por que se nega?

Não possui tantas coisas,
Porque já as tem, e ainda
Se machuca;
Por que se machuca?

Se esconde quando a noite se cala,
Ignora tudo o que não nega,
E machuca todo resto dela,
Por que continua?

Não se redime, não entrega-se,
Se define como indefinido
Num mundo de definição.
Por que ainda tem um coração?

Por que não vai embora de si,
E deixa tudo assim, covarde!
Por que magoa tanto os que ama,
E chora sem saber porquê chora?

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

1 comentários:

  1. Você é muito bom!
    Não pare nunca de escrever!
    Assim posso me inspirar em você. ^^'
    Fica bem.

    ResponderExcluir