Sloth



(Víctor Lemes)

Tô aqui no meu galho,
Fico quieto, fico contente.
Só observo daqui pra frente
Quem não me enche o saco.

Ai, quantas palavras mal pronunciadas,
Quantas ladainhas,
Quantas balelas,
Ai, que saudade das folhas secas.

Não me vejo pois não tenho espelho,
Entendo meus erros, sorrio nos acertos.
Fico aqui feito bicho-preguiça estacionado
Esperando que a chuva passe sem muitos raios.

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

0 comentários:

Postar um comentário