Soneto de Brincadeira

(Víctor Lemes)

Sete, oito, nove, dez!
Aí vou eu te encontrar,
Que é a minha vez...
Onde é que você foi parar?

Procurei-lhe no jardim,
Junto às flores, não estava lá.
Procurei-lhe nas sinfonias de Bach,
Escutei-as todas até o fim...

Você se esconde muito bem,
Já procurei até nos quadros do saguão,
Nenhum deles emana a beleza que tem.

Ora, segui teu perfume, segui tua voz,
Segui a luz dos seus olhos...
Será que está dentro do meu coração?

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

1 comentários: