Soneto aos casais

(Víctor Lemes)

A poesia nunca foi tão linda,
Nestes teus olhos de menina.
Encontra-me outra melhor palavra!
Uma que, por completo, a defina.

Porque já não encontro os termos,
Pesquisei não em mil, mas em três,
Dos meus grandes dicionários;
Não encontro tamanha sensatez...

Coletivo de dinheiro: disparate;
Coletivo de professor: corpo docente
(Estão mais para corpo doente, não?).

Raios! Tanta poética simplicidade!
Qual será teu coletivo, doce de gente?
(Tu és mais que todas as estrelas, Constelação.)

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

0 comentários:

Postar um comentário