Perdi minha alma, perdi meu sono

(Víctor Lemes)


Abro os olhos.
Desperto.
São 03:00 no relógio digital.
Lá fora, tudo igual.
Ligo o computador,
Sinto uma vontade de vê-la.
Nem que seja apenas sua foto,
Preciso vê-la.
E ao vê-la anseio dizer algo:
"Seu nome."

Dias depois,
Ela me responde sorrindo:
"Meu nome."
E quando ela assim o faz,
Já não sei mais se realmente
Estou desperto.
Vivo num sonho,
Com ela por perto,
Já não quero mais acordar.

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

0 comentários:

Postar um comentário