Sem título 24

(Víctor Lemes)


Começa o Outono,
A estação do Vento,
E eu na estação
Caminhando debaixo de Sol.
Me arrastando entre as árvores
Do passado negro.
Eu, ser inativo,
Inócuo,
Início de Deus.
Eu, que em trevas
Sigo o meu caminho,
Que em ecos de um labirinto
De palavras,
De gritos e mais gritos
Sem desespero.

Estou divagando
Em perguntas;
Estou me arrastando
Em calçadas;
Estou em eterno anseio
Por teu sorriso...

E nisso passa um carro,
Cuja porta, impresso com tinta,
Leio:
- Carolina Móveis.

E sorrio.
Por um momento,
O Vento me emprestara
Teu sorriso.

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

0 comentários:

Postar um comentário