Bolinha Azul

(Víctor Lemes)

Num dia ensolarado, Noah se foi.
Se foi sem saber que ia,
Só nós sabíamos para onde vai,
O Noé que chegara debaixo de chuva.

O planeta é maravilhoso,
Mas esse mundo é horrível.
Não me sinto humano,
Nem tampouco sensível.

A morte é uma benção,
Talvez a única que eles nunca
Poderão nos privar.

Nesta manhã, perdi meu coração;
Foi-se embora uma parte ao patamar
Mais alto... foi tentar voar.

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

1 comentários: