Útil

(Víctor Lemes)


Criatura tão
Amorosa que, num
Rio, está a viajar...
Os ventos do
Leste sopram
Incessantemente;
Não querem deixá-la
A Deus dará.

Luz que vem das
Estrelas  dos céus,
Ou de seus olhos, ó
Poetisa da simplicidade!
Ao aproximar-me de seu
Rosto marcante, sinto-a  com meus
Dedos ásperos esta tua pele, e
Orgulho-me de ser capaz de te amar.

Te quero tão bem, meu bem.
Estou a remar no mesmo rio.

Ao meu Amor com
Maiúscula, dedico todo
O acróstico que nestes versos há.

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

0 comentários:

Postar um comentário