Vem

(Víctor Lemes)

Me perguntam de onde vem minha inspiração.
Vem do Vento.
Quando não sei o que escrever,
Pego uma folha em branco,
Vou até a varanda de meu quarto,
Estico-a bem, e espero o Vento passar.
Pois, é Ele quem traz as letras.
O Vento passa na "peneira" feito da folha,
E voi là!

E o Vento, de onde vem?
Tem vezes que vem do centro-oeste,
Outras que vem daqui de casa mesmo.
O de lá, ainda é minúscula, é vento.
O de cá, já é maiúscula, é Vento.

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

1 comentários:

  1. Centro-oeste. '-'
    acho que conheço um pouco desse vento...
    fica bem Víctor.

    ResponderExcluir