Saber: Amar

(Víctor Lemes; Carolina Leopardo)


Com o olhar a flutuar no vazio do luar,
O poeta se deu conta do valor que era amar.
Há muito perdido, há muito sem muito o que contar.
Sem grandes sentidos, até seu suspiro era fingido: era de matar.

Naquele vagaroso andar,
Ele deu tempo até do medo o acompanhar;
E foi subindo a colina devagar
Já que lá no topo queria era voar!

De relance sentiu que ainda havia muito o que conquistar
Estava ali de passagem, muitos tinham a lhe ensinar.
Já sabia o poeta que alguém em especial o fazia levitar

Sabia também que o mesmo alguém estava a lhe observar,
Pôde ver um tapete sobre sua cabeça sobrevoar.
Já não mais em dúvida alguma, tornou à Lua a abraçar.

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

3 comentários:

  1. Lindo poema! Parabéns!! =D Agora versão em ingles please!

    ResponderExcluir
  2. Hauahuahuaha!

    Nem ferrando, filament pra você!

    ResponderExcluir
  3. Carol Leopardonovembro 11, 2011

    Essa parte de versão em inglês eu deixo para você Victor. hahaha. :))

    ResponderExcluir