Trecho de Domingo IX

"- Tu, melhor que ninguém, sabes que voltarei da morte.
Deixou que eu refletisse sobre essa grande verdade. Depois, com a mesma suavidade, prosseguiu:
- O homem teme a morte porque acredita que é o fim.
- E não é?
- Sim e não.
- Sim e não?
- É o fim desta vida, mas não da vida. Na realidade, a vida, a verdadeira vida começa antes da vida e continua depois da vida.
Eu me perdi.
- Um momento... A vida começa antes da vida?
- Isso mesmo, querido mal'ak.
- Mas como vou estar vivo antes da vida?
- Estás.
Aquela segurança me deixou perplexo. Jesus jamais mentia.
Não prosseguiu. Entendi.


- E depois da vida?
- Já falamos disso, recordas?
Perfeitamente. No Hermon, Eliseu propôs uma teoria interessante e singular: os chamados mundos "MAT".
- Sim, eu lembro. Segundo tu, depois do sono da morte, despertamos em outro lugar.
O Mestre se adiantou:
- Vivos! Despertareis vivos.
- Quando dizes 'vivo' te referes a... vivo?
- Claro. A que outra coisa poderia me referir?
- Não sei... Contigo, nunca se sabe.
Riu. Eu havia conseguido algo importante. O Galileu estava descontraído. E me dei por satisfeito.
Mas o Mestre não havia terminado.
- Aliás - acrescentou -, não se trata de uma 'teoria', embora seja interessante e singular.
Fez novamente. Dessa vez, entrou em meus pensamentos e em algo mais: no que eu escreveria um tempo depois.
E perguntei, como um perfeito tolo:
- Não é uma teoria?
- Não é. Trata-se de algo físico, que poderás constatar. Tu te levantarás da morte como se a vida houvesse sido um sonho. Despertarás de um sonho para voltar à realidade.
E repetiu algo que acabava de enunciar:
- A vida, a verdadeira, começa antes da vida e continua depois da vida.
Não importava não entender. Ouvi-lo era tão relaxante e tão esperançoso... E comentei quase para mim:
- Como podes ter certeza do que afirmas? Como saber que viverei depois da morte?
- E tu perguntas? Tu, que me viste depois de morto?
- Sim, mas...
- Entendo. Trata-se de uma experiência pessoal, que ninguém vai viver por ti. Mas pelo menos confia. Sabes que não minto.

(Páginas 284, 285. Operação Cavalo de Tróia, 9: Caná, / J. J. Benítez; trad. Clene Salles, Sandra Martha Dolinsky. - São Paulo: ed. Planeta, 2011.)

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

0 comentários:

Postar um comentário