Acorde

(Víctor Lemes)

Fixado o olhar
Na janela do carro,
Procuro não piscar
Para não cometer pecado.

Quem dita as regras
Do jogo possui os olhos azuis;
Quem escolhe as peças
Possui os olhos castanhos.

Anseio teus desejos,
Aguardo tuas ciladas
Neste mundo sem Tempo.

Carrego nos dedos
A chave das lembranças;
Venha a nós, 12 de dezembro.

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

0 comentários:

Postar um comentário