A Dona Chuva

(Víctor Lemes)

Esta chuvinha sem-vergonha!
Aquela que se acha,
E vai passando toda-toda!
Só serve pra molhar a cachola,
Nem pra lavar a rua ela serve,
Aquela bendita serelepe!
Meu Amor bem me avisou:
"Daqui a pouco ela chega aí,
Passou devagarinho derramando
Pelo meu domingo."
E pra variar não trouxe
Minha Amada consigo!

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

0 comentários:

Postar um comentário