Instrumento apenas

(Víctor Lemes)

A poesia é a impressão do momento,
É o sussurro do Pai em seu ouvido,
É o que não expresso de imediato
E o que às vezes penso.

Julgar o porquê da poesia
Ter sido ou não escrita,
Anula o que dela se cria:
A criação simples e pura.

Dito inúmeras vezes
Por outros que por mim
Já passaram:

Não me pertences
O que escrevo; enfim,
Nada é em vão.

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

0 comentários:

Postar um comentário