Soneto, voltei

(Víctor Lemes)

Há muito tempo eu perdi a confiança
Nas palavras que tentava escrever,
Não enxergava mais a beleza
De se deixar apenas viver.

Mas hoje percebo o quão cego estive;
Sou poeta, sou o que escrevo,
Sou movido a música, sou meu próprio talento,
Sei o que quero, sei o que me fortalece.

Escrever para mim é como ouvir música:
Não requer muito esforço, apenas amor.
Ao escrever, me rejuvenesço...

Já escrevi para muitas pessoas mas nunca
Para mim mesmo, pois tudo que vejo nelas
É o que faz de mim seus espelhos...


Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

0 comentários:

Postar um comentário