Garoa

(Víctor Lemes)


Os olhos atravessam
Uma das cinco janelas de vidro,
Estou olhando o cair da chuva.
Cai devagar, sem muita pressa,
Essa garoa que vem assim de repente,
E atravessa o dia todo
A chorar assim, ó Chuva amada...
Como ela está agora,
Como está seu coração?
Ó Deus que sabe de tudo,
Responda-me:
Estas lágrimas que caem do céu,
De quais olhos elas são?

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

0 comentários:

Postar um comentário