15 de Junho

(Cá Azevedo)


Ouvi falar de um menino
Que enquanto sua mãe passava roupas, do berço já balbuciava conversas e sorria
Ouvi falar de um menino que ao ir para a escola sempre voltava com a calça rasgada nos joelhos
Ouvi falar de um menino que ao ver os livros sobre a mesa, brilhou os seus pequenos olhos diante das letras
Ouvi falar de um menino que se olhou no espelho, e um belo dia viu a barba crescer
E se viu crescendo, na altura e no pensamento
As velhas roupas já não lhe cabiam
Assim como o coração no peito
Então eu ouvi falar do menino que virou homem
Que fez faculdade e tem responsabilidade
Que virou professor
Que ganha prêmios com sua criatividade
Que espalha seus sorrisos generosos e ilumina aqueles que não conseguem sorrir
Que canta no chuveiro
Que fala de outros mundos e quer ser ouvido
Que vê as injustiças e com elas se irrita
Que acredita em um Pai mais do que cita
Que algumas vezes chora sem que ninguém veja
E chama pelas estrelas para conversar
Hoje eu ouço falar de um Ser chamado Víctor
Idade cronológica: 26 anos
Idade da alma? Eis a sua busca
O tempo passou desde então
Mas ele continua sendo o menino
Que olha para cima e sonha
Que se distrai enquanto espera
Que escreve poesias
Que acredita no romance fora das linhas
Que tem anjos como companhia
E como flor rara da Terra
Cresce em seu tempo celeste
E espalha no vento o desabrochar de sua luz para novos tempos
Aos quais levará os ensinamentos do menino verdadeiro
Guardião de muitos segredos
A vitória da vida e de si mesmo
A vitória abraçada pelo Amor.

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

0 comentários:

Postar um comentário