E a magia...

(Víctor Lemes)


Pés descalços, a caminhar por sobre a terra,
Caia a chuva cansada, e suada de tanto calor.
Caminhava sem olhar para qualquer direção,
Dizia que procurava de onde vinha tanta vontade...

E, diziam-no: "vem de dentro de ti, oh pequeno garoto."
Diziam-no: "vem aqui, dentro de nós, oh menino bondoso."
Ouvia-lhes: "se perca dentro do Universo, parcela de Deus."
Ouvia-lhes: "queira se perder por entre as estrelas, somos teus."

Agora corria, ainda olhando o solo, seus pés afundavam na lama.
Pisava, amassava, destruía folhas secas no caminho, sementes
Não vingadas de amor e de esperança, e de rancor e de tristeza.
A cada passo a frente, sentia-se um passo atrás, ou sentia-se nada.

Fechou os olhos.

Enquanto corria,
Com sua mão direita agarrou seu peito,
O lado esquerdo...

Enquanto corria,
Com seus olhos castanhos cerrados,
Levantou sua cabeça aos céus...

Com os olhos fechados,
A fitar os anjos que fingem ser estrelas,
Abriu a boca em desalento...

Engolia uma água doce,
Já não sabia mais se o que engolia eram
Suas lágrimas ou o suor da dona chuva...

Com sua mão direita
Agarrada ao seu coração pulsante, e medroso,
Esticou, ainda correndo, seu braço esquerdo...

E, no meio daquela chuva forte,
Seu braço encharcou-se por inteiro,
E num desejo único, suplicou:

Parta-me, senhor Raio!
Faz-me tua luz, por um milésimo de segundo!
Leva-me, senhor Raio!
Encha-me de luz por dentro, eu preciso!

Por favor, senhor Raio, ouça-me!
Tu sabes bem...
Sempre após o Raio,
Há de vir o Trovão!!!

E do céu, brotaram raios solares.
As cortinas de nuvens se abriram, e lá ficaram:
O garoto frustrado;
O coração quebrado;
A alma satisfeita;
Os pés machucados;
E os olhos... cerrados...

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

0 comentários:

Postar um comentário