Trocados

(Víctor Lemes)


Palavras,
Sensações
Coisas que nunca 
Dei atenção
E não tomei as devidas
Precauções,
Hoje a Vida as toma de volta
O que um dia me emprestara.

Pagam-me de volta
Usando a mesma moeda
Que um dia eu gastei,
E não querem que eu lhes devolva
O troco,
O troco pode ficar.

Mereço o troco,
E o pagamento pelo que fiz
(Ou pelo que não fiz,
Seria o mais humilde
E mais sincero fato)
Aos outros, 
E a mim mesmo.

Vou juntando as moedas
E guardando-as no meu
Novo porquinho,
Porque um dia, 
Esse, eu vou quebrar. 

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

0 comentários:

Postar um comentário