Ficar no mesmo

(Víctor Lemes)


Minhas palavras metidas
Nestes versos um dia
Lhe mostraram o quanto
Eu te amava.
Agora preciso que aceite
O que já não mais existe
Neste universo.
Às noites sou uma estação
De rádio; imóvel e à espera
De receber algo que alcance
Minha frequência.
E, com certa frequência, você
(De agora ou outros lugares)
Tem me sintonizado.
Chegou a vez sua
De criar a oportunidade una,
Chegou a vez de criar
Da sua realidade a próxima.
Sem perceber que eu o fazia
Dei vida àquele seu sonho
De outro dia,
No qual lhe escrevia
Um poema de adeus.

Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

0 comentários:

Postar um comentário