Um Rei e eu

(Víctor Lemes)


Faz alguns dias que sinto sua presença,
Ao meu lado, atrás de mim,
Nos meus pensamentos
E nas memórias que não tive
Tempo de ter contigo.

Você sorri daí de longe,
E por meu intermédio
Sabe que pode confiar
Nos meus versos para traduzir
O que sinto e o que sente
Hoje, tão presente
Em meus dedos e
Corações.

Sua mensagem é divina
Pois sou a continuação tua
De uma brincadeira
Que pago em lágrimas
Os dias para te conhecer.

Eu queria que o tempo
Tivesse existido algum dia
Antes da sua despedida,
Assim eu poderia voltar
E conhecer-te em vida.

Me tornei ponte tua
Sem ter conhecido
Nem pisado em tua terra
De destino,
E mesmo assim,
Me visitas após anos.

Consigo ver que estás bem,
E isto me conforta,
Estimo que minhas rimas
Te aconcheguem como meus abraços
Geralmente fazem com as pessoas
Que amo.

Estou nos limites da matéria,
Mas um dia, eu te prometo,
Te encontro em outro parque
Do Universo.

Não tive tempo e ainda não tenho,
Mas tenho um espaço imenso
Aqui dentro, e você pode ser,
De uma parte dele,
Rei.

Te prometo
Que te encontrarei,
Pessoalmente,
Inexoravelmente.



Compartilhe:

SOBRE O AUTOR

Víctor Lemes, idealizador e administrador do blog, geminiano nascido em 1989, em São Bernardo do Campo. Formado em Letras (UniAnchieta/Jundiaí - 2009), e pós-graduado em Especialização em Língua Inglesa (UniAnchieta/Jundiaí - 2011), trabalha como coordenador pedagógico e professor de inglês na escola de idiomas CNA, localizado em Louveira, cidade em que mora desde 2002.

0 comentários:

Postar um comentário